Em uma época em que as séries brotam aos borbotões, eu até já estava estranhando a ausência de algo relacionado a Asimov.
Isaac Asimov, além de ter sido um cientista, foi um prolífico escritor de ficção científica. É dele a autoria de clássicos como O Fim da Eternidade, Eu Robô e Fundação. Pois é esse último que está prestes a se tornar uma série.

O livro Fundação foi publicado em 1952 e possui uma trama futurística, em que um cientista, chamado Heri Seldon, desenvolve um campo de estudo chamado psico-história, dando a ele condições de prever o futuro por meio de cálculos matemáticos.

É nesse contexto que Seldon prevê um período de declínio da civilização. Para evitar isso, o cientista começa a planejar a criação da Enciclopédia Galática, que contém todos os conhecimentos acumulados pela humanidade durante o decorrer do tempo.

Isaac Asimov

Fundação há tempos pedia uma adaptação audiovisual, pois traz uma ficção científica calcada muito mais em conflitos políticos e diplomáticos do que em batalhas espaciais, o que convenhamos, elimina a necessidade de gastar com efeitos especiais e cenários diferenciados

Além disso, o texto do Asimov, permeado por diálogos que priorizam o avanço da narrativa sem focar muito na descrição dos ambientes, é uma leitura rápida.
Por isso fico curioso ao ver como os idealizadores desse projeto, David S. Goyer e Josh Friedman, vão fazer para transpor as ideias da literatura para a TV.

Inicialmente a intenção é que a fundação seja uma série produzida pela Skydance Television.

Carlos Fernando

Jornalista, ama livros e aprecia contar e ouvir histórias.

Comente

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *